29 June, 2008

o cérebro é um grande orgão mas também se cansa...


Até aqueles que considerem ter uma máquina cerebral ultra eficaz, já deram de caras com alguém familiar de que não lembram o nome, ou esqueceram completamente um recado importante e por aí fora..o cérebro, também se cansa. E mais: defende-se. Ou seja, claudica quando abusamos dele.
Então, após intensa pesquisa, em exclusivo para o CC e baseado em métodos reconhecidamente científicos e mesmo inquestionáveis, já que estamos em época de férias, aqui ficam algumas palavras mágicas(10) para revitalizar, ou mesmo ressuscitar, o órgão que comanda todos as coisas e tanta falta nos faz....
A ajuda alimentar.
1-Amêndoas. (ricas em ac gordos insaturados, vit A e B, e fósforo e cálcio)
há quem acredite que comer amêndoas melhora a memória. Principalmente se as juntar ao leite e já existem cereais vários com amêndoa.
Novidade: faça leite de amêndoa.
- 250 g de amêndoas cruas e 1 litro de água
Para pelar as amêndoas, escaldá-las em água a ferver durante 5 minutos.Depois de peladas, deixá-las de molho toda a noite; escorrê-las e picá-las (guardar a água em que estiveram de molho).Pôr a amêndoa picada num recipiente fundo com 3 copos da água guardada, e deixar repousar durante meia hora.Coar a mistura anterior com um pano fino, e guardar o líquido obtido num jarro.Repetir o processo com as amêndoas retidas no pano e com o resto da água.Mexer bem e guardar no frigorífico até ao momento de ser consumido.Sugestão:Polvilhar com um pouco de canela em pó e adoçar.Se se desejar um leite menos denso, juntar mais meio copo de água.
2- Sumo de maçã.
Uma Pesquisa da University of Massachusetts Lowell (UML) diz que o consumo de maçã pode facilitar o aumento da acetilcolina no cérebro, o que contribui para melhorar a memória. A acetilcolina é um neurotransmissor, um componente químico libertado por células nervosas que transmitem mensagens a outras células nervosas. Alguns medicamentos para a doença de Alzheimer visam a inibição da produção de enzimas oxidantes que diminuem a acelticolina no cérebro. Neste estudo. Pesquisadores do centro de Neurobiologia Celular da Universidade de Massachusetts Lowel usaram ratos numa experiência destinada a testar o efeito de alimentos antioxidantes, como é o caso da maçã, sobre a memória.
O estudo foi publicado no Journal of Alzheimer’s Disease em Agosto de 2006.
3 Pouca comida
A saciedade e a digestão "roubam" circulação ao cérebro. Se tem que pensar, coma pouco. Só o indispensável.
4 Açúcar
Reduza o açúcar. O açúcar é uma não-comida. Dá uma ilusória sensação de satisfação, mas como é rapidamente consumido o fornecimento de "matéria prima" do cérebro desce abruptamente e acaba por se sentir precocemente ansioso, desconcentrado e com fome..
5 Gérmen de trigo
Rico em VIt complexoB: B12, B1-tiamina, B9-ac.fólico. , vit E e selénio. Um verdadeiro complexo pro-memória na natureza.
A ajuda ambiental.
6- Dormir bem
Novidade? Não. É a melhor forma de o cérebro repousar além de que, parece que a memória é consolidada durante o sono.
7-Os pequenos prazeres.
O stress prejudica a performance mental. Prejudica, por exemplo, a busca de memórias. Todos temos a experiência de quanto mais nos queremos/precisamos lembrar de uma coisa menos conseguimos. Veja-se por exemplo o que acontece quando alguém está nervoso a fazer um exame.,,,,Então, nada como cultivar pequenos prazeres para descontrair. Tipo:
Ouvir música, fazer uma caminhada, sair do emprego e andar pelas ruas, devagar, observando lojas, bares, jardins, em que já não reparava há séculos... tirar um tempo extra para brincar com os filhos, iniciar qualquer técnica de relaxamento ou de meditação, fazer um blog...(:)
8-"Fitness" Cerebral
Tente aprender, e praticar, actividades completamente diferentes daquilo que é o seu dia a dia. O que quer que seja. Um passa-tempo que o obrigue a concentrar-se e lhe dê prazer. é uma excelente forma de "descansar". Estimule, descansando.
9- Exercícios de atenção.
cultive a capacidade de concentração e atenção com pequenos exercícios do tipo...pegue num relógio, por exemplo, e procure concentrar-se no mesmo, observando suas características.
Pegue noutro objecto qualquer, por exemplo uma caneta, e concentre-se nela. Pense sobre suas diversas características: material, função, cor, modelo, etc. Não permita que qualquer outro pensamento ocupe a sua mente enquanto você estiver concentrado na caneta. Exercitar-se com um texto e procurar reflectir somente sobre o mesmo (um poema, um salmo, etc).
10- Imagens
Potencie a sua memória com imagens : associe factos a imagens. Aprenda técnicas mnemónicas. Elas são uma forma muito eficiente de memorizar grande quantidade de informação.
11- Continuidade.
Já aqui foi falado a propósito da demência...A contínua actividade intelectual como a leitura, o cinema, exercícios de memória, jogos como palavras cruzadas, xadrez ou qualquer outro intelectualmente estimulante, auxiliam a manutenção da memória.

1 comment:

AP said...

Gostei tanto que levei para partilhar ;)